Pessoas

Eduardo Soares Neves Silva

Departamento - Corpo Docente

Graduação – Corpo Docente

Pós-Graduação – Corpo Docente

Professor Adjunto, Filosofia Contemporânea. Pós-Doutorado, Theodor W. Adorno Archiv, Alemanha, 2014. Doutorado em Filosofia, Universidade Federal de Minas Gerais, 2006. Graduação em Filosofia, Universidade Estadual de Campinas, 1994.

Sala: 4041

E-mail: eduardosns@ufmg.br

Telefone:3409-5093

ver lattes

Apresentação

Eduardo Soares Neves Silva é professor de filosofia contemporânea e filosofia das ciências sociais no Departamento de Filosofia da UFMG desde 2009. Anteriormente, foi professor de filosofia, ciência política e relações internacionais na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, posição que ocupou entre 2004 e 2009. Graduou-se em filosofia, na Universidade Estadual de Campinas, após ter iniciado seus estudos no campo das ciências exatas – engenharia elétrica e física –, na mesma instituição e na Universidade de São Paulo. Seu percurso como graduando o levou, inicialmente, a concentrar-se nas subáreas de epistemologia e teoria do conhecimento, bem como, em função de interesses ainda anteriores, no campo da música. Sua tese de doutorado, defendida na UFMG, com um estágio de pesquisa na Universität Leipzig, na Alemanha, apresenta-se largamente como um acerto de contas com tal percurso, uma vez que interroga os imbricamentos entre música e epistemologia, a partir do exame da obra de Theodor W. Adorno. Após a conclusão da tese, concentrou seus esforços na filosofia das ciências sociais, objeto privilegiado de suas pesquisas que, desde 2009, encontram seus primeiros interlocutores no Grupo Crítica e Dialética, do qual é coordenador. Orienta trabalhos de Mestrado e Doutorado em: Dialética e Teoria Crítica (Adorno, Benjamin, Habermas, Honneth); e filosofia das ciências sociais (Marx, Weber). Orienta também, como segundo eixo, eventualmente em outra linha de pesquisa, trabalhos em: problemas de estética contemporânea (Adorno, Benjamin) e questões de método em filosofia contemporânea. Além do volume resultante de sua pesquisa de doutorado, é autor de capítulos de livros, artigos em periódicos especializados, relatórios de pesquisa e traduções. Para todos os efeitos, contudo, ao observar sua própria trajetória, Eduardo subscreve o que disse acerca de si mesmo o historiador Fernando Novais: ele gosta mais de ler do que de escrever.

Publicações Selecionadas

Publicações Academia

Google Scholar