Histórico

O Curso de Mestrado em Filosofia foi criado em 20/06/1974  por ato do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) da UFMG, com área de concentração em Filosofia Contemporânea, tendo como primeiro coordenador o Prof. Pe. Henrique Cláudio de Lima Vaz, considerado um dos maiores filósofos brasileiros e falecido em 2002.

Tendo vencido a fase de sua fundação, resultado do esforço de um grupo de professores com a participação de figuras expressivas do Departamento e de novos integrantes doutores por Louvain (Bélgica), o Programa se consolidou nos anos oitenta. O curso de Doutorado foi criado mediante ato do CEPE em 30/06/1992 e começou a funcionar em 1993. A primeira reformulação da estrutura do Programa se deu neste ano, como resultado do projeto de criação do doutorado: a área de concentração passou a ser Filosofia, organizada em quatro linhas de pesquisa (Estética e Filosofia da Arte, Filosofia Social e Política, Lógica e Filosofia da Ciência, História da Filosofia. Depois de passar por outras reformulações, em 2010 o Programa se organizou em 6 linhas de pesquisa : Estética e Filosofia da Arte, Ética e Filosofia Política, Lógica e Filosofia da Ciência, Filosofia Antiga e Medieval, Filosofia Moderna e Filosofia Contemporânea. A partir de 2015 as linhas de pesquisa passam a ser 7: Estética e Filosofia da Arte; Ética ; Filosofia Política; Lógica, Ciência, Mente e Linguagem; Filosofia Antiga e Medieval; Filosofia Moderna; Filosofia Contemporânea.

Desde sua fundação os cursos de Mestrado e de Doutorado foram muito bem avaliados pela CAPES. No triênio 1998-2000, quando da implantação do sistema numérico de avaliação (de 3 a 7), o Programa obteve a nota 6, a mais alta concedida pela área até então, colocando-se entre os primeiros do país. Na trienal de 2013, referente ao período de 2010 a 2012, pela primeira vez a nota 7 foi atribuída na área de Filosofia. Esta foi dada concomitantemente aos Programas da UFMG e da USP, reconhecendo a efetiva liderança e internacionalização destes.

Faz parte da história do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da UFMG a presença em seus quadros de docentes formados nas três tradições filosóficas mais importantes no cenário internacional, nomeadamente França, Alemanha e países anglo-saxões, onde realizaram seus cursos de doutorado. Esta diversidade, além de permitir intercâmbio regular com professores e centros importantes do exterior, propicia enriquecimento na formação dos estudantes e seu equilíbrio é visto como elemento diferencial em favor do Programa. Além disso, a diversidade propicia aos alunos a possibilidade de realizar estágios de pesquisa no exterior, enriquecendo sua formação. Ainda, o corpo docente do Programa é composto de professores proveniente de diferentes estados do Brasil.

A capacidade de formação de recursos humanos é atestada pela quantidade expressiva de mestres e doutores, com a primeira dissertação defendida em 1975 e a primeira tese em 1997, tendo atingido em 2006 a importante marca de trezentas defesas, depois de trinta anos de funcionamento. Em julho de 2011 completou sua 400ª. defesa. A qualidade dos trabalhos dos discentes é reconhecida nos relatórios de avaliação, sendo que teses de doutorado Programa já foram premiadas pela UFMG, pela ANPOF e pela CAPES.

As contribuições científicas são atestadas pelo número expressivo de publicações (artigos, livros, capítulos de livros), bem como pela promoção e participação de eventos científicos importantes (colóquios, congressos, seminários), seja no Departamento, seja em outros pontos do país ou no exterior. Professores do Programa já receberem prêmios dentro e fora do país. A gestão da Revista Kriterion, vinculada ao Departamento de Filosofia da UFMG, é uma das atividades importantes do Programa. Fundada em 1947, a Revista é a mais antiga do Brasil, e recebeu o conceito A no Qualis.

Devido à sua excelente avaliação, o Programa tem o apoio financeiro da CAPES (PROEX) e da FAPEMIG (PACSS) e do CNPq, na forma de bolsas.

Desde sua criação foram os seguintes os coordenadores e sub-coordenadores do Programa e seus respectivos mandatos:

COORDENADORES SUBCOORDENADORES MANDATO
Henrique Cláudio de Lima Vaz Hugo César da Silva Tavares 1974-1976
José de Anchieta Corrêa Walter José Evangelista 1976-1979
Walter José Evangelista Sebastião Trogo 1979-1980
Luiz de Carvalho Bicalho Sebastião Trogo 1980-1982
José de Anchieta Corrêa Marilene Rodrigues de Mello Brunelli 1982-1985
Sebastião Trogo Antônio Cota Marçal 1985-1990
Ivan Domingues Francisco Javier Herrero Botin
Newton Bignotto de Souza
1990-1991
1991-1992
Walter José Evangelista Newton Bignotto de Souza 1992-1994
Paulo Roberto Margutti Pinto Ivan Domingues 1994-1996
Francisco Javier Herrero Botin Rodrigo Antonio de Paiva Duarte 1996-1997
Rodrigo Antonio de Paiva Duarte Leonardo Alves Vieira 1997-1999
Virginia de Araújo Figueiredo Newton Bignotto de Souza 1999-2001
José Raimundo Maia Neto Lívia Mara Guimarães 2001-2003
Newton Bignotto de Souza Ivan Domingues 2003-2004
Paulo Roberto Margutti Pinto Ivan Domingues 2004-2006
Ivan Domingues Ernesto Perini Frizzera da Mota Santos 2006-2007
Ernesto Perini Frizzera da Mota Santos Newton Bignotto de Souza 2007-2009
Rodrigo Antonio de Paiva Duarte José Raimundo Maia Neto 2009-2011
Helton Machado Adverse Ernesto Perini Frizzera da Mota Santos 2012-2013
Telma de Souza Birchal Túlio Roberto Xavier Aguiar 2013-2015