Apresentação

O curso de Graduação em Filosofia recebe, anualmente, 85 alunos. No turno da manhã são oferecidas as modalidades Licenciatura e Bacharelado, com entrada única e anual de 45 alunos; no turno da noite, é oferecido o Bacharelado, com entrada também única e anual de 40 estudantes. Além dessa entrada regular, é recebido, ainda, por transferência e reopção, um certo número de alunos a cada ano.

Para atender a essa demanda, todos os 31 professores e os Pós-doutorandos do Departamento de Filosofia trabalham em atividades de ensino, pesquisa e extensão, dando aulas, orientando projetos de pesquisa e de atividades que envolvem a comunidade externa à UFMG. É importante ressaltar que todos os Professores que atuam na Pós-Graduação em Filosofia também atuam na Graduação. Considerando que está última recebeu nota máxima na última avaliação da CAPES/MEC, deve-se levar em conta o impacto positivo que tal avaliação no curso de graduação, pois os graduandos têm, em todas as suas disciplinas, contato com pesquisadores de mérito reconhecido. Acrescente-se que os alunos da graduação, além das aulas regulares, têm a possibilidade de participação em vários projetos de iniciação à pesquisa (remunerados e voluntários) e a oportunidade de usufruir de um grande número de eventos (congressos, simpósios, colóquios, seminários, palestras etc.), com professores brasileiros e estrangeiros, ao longo de sua formação acadêmica.

O currículo tem como princípio estruturador a flexibilização do percurso acadêmico dos alunos. Temos dois eixos de disciplinas obrigatórias: as históricas e as temáticas, e um grande leque de disciplinas optativas, em todos os semestres, bem como a formação complementar, em áreas afins à filosofia, por meio de oferta de disciplinas de outros departamentos. A proposta didático-pedagógica dos cursos de Bacharelado e Licenciatura incentiva não apenas a autonomia e formação crítica e sólida dos alunos, mas contempla a demanda do mercado de trabalho que, após a reintrodução da filosofia como disciplina obrigatória no ensino médio, abriu novas perspectivas e também desafios, que são objeto de reflexão específica dos professores que se dedicam às disciplinas características da licenciatura.

Para concluir essa apresentação, citemos as palavras de um dos nossos professores, Marcelo Marques: “Ensinar Filosofia é fazer um convite ao pensamento reflexivo, à busca de uma forma de vida mais cidadã, instigando o prazer em constituir a si mesmo como um ser consciente de seu enraizamento na História, tendo em vista as várias possibilidades de construção de um mundo mais rico, mais humano e, portanto, livre.”

Se você quer conhecer um pouco mais de nosso curso e das profissões a ele ligadas, acesse o link.