Apresentação

O Departamento de Filosofia da UFMG, cujo histórico remete à fundação da Faculdade de Filosofia, em 1939, é composto de 31 professores doutores, nas classes de adjunto, associado e titular. A esses professores cabe, prioritariamente, o exercício das atividades de ensino, pesquisa e extensão nos cursos de Graduação (Bacharelado e Licenciatura) e Pós-Graduação (Mestrado e Doutorado). Professores convidados, membros externos associados a grupos de pesquisa e bolsistas em Residência Pós-doutoral, ao lado do quadro técnico-administrativo, completam o corpo do Departamento.

O Departamento de Filosofia tem como compromisso formar professores e pesquisadores qualificados, seja para a atuação no ensino médio e fundamental, seja para a carreira acadêmica, a partir de um princípio que compreende a formação em filosofia como resultado de um singular entrelaçamento entre a vocação para o ensino e o interesse pela pesquisa. Na Graduação, as modalidades de Bacharelado e Licenciatura dão formas distintas a tal entrelaçamento, sem que isso signifique que um dos aspectos ocorra em detrimento do outro, ou que ambos se façam à custa da negligência ao papel que a filosofia, no modo da extensão universitária, ocupa no debate público.

O Programa de Pós-Graduação em Filosofia, iniciado em 1974, oferece cursos de Mestrado e de Doutorado, divididos nas seguintes Linhas de Pesquisa: Estética e Filosofia da Arte, Ética e Filosofia Política, Filosofia Antiga e Medieval, Filosofia Moderna, Filosofia Contemporânea e Lógica e Filosofia da Ciência. Na última avaliação da CAPES, o Programa foi avaliado com a nota 7, laureando um conjunto intransferível de atributos, tais como a qualidade de sua produção científica, o intercâmbio com centros de excelência do Brasil e do exterior, seu grau de internacionalização, o envolvimento dos seus membros com sociedades e conselhos científicos, o grande número de distinções e prêmios recebidos por seu corpo docente e discente e a capacidade de nucleação dos seus egressos em outras universidades e centros de pesquisa.