Programação do semestre

Módulo 1 – A construção da democracia frente à cultura de massa

Prof. VERLAINE FREITAS, UFMG – agosto 09, 16, 23 e 30

O objetivo do curso é refletir sobre o desafio da construção de uma mentalidade progressista e democrática diante do obstáculo representado pelo poderio da indústria cultural nos processos de subjetivação na contemporaneidade. O curso será dividido em quatro partes: 1. Quem consome a cultura de massa? Que subjetividade acolhe tipicamente a orquestração das mensagens mediáticas? 2. O esquema anti-político da indústria cultural, seu imaginário regressivo para a democracia. 3. A frente jurídico-mediática contra a política. 4. As tarefas e as perspectivas de emancipação democrática no cenário atual.

Módulo 2 – Arte como luta pelo sentido

Prof. ADOLFO CIFUENTES, UFMG – setembro 06, 13, 20 e 27

A arte é política porque nela se luta por essas definições: entre a arte e não arte, entre o que parece sujo e o que embelece, entre o desejável ou indesejável, entre o que merece espaço e reconhecimento e o que merece ir para o lixo. A luta pelo espaço público que acontece no contexto da prática do grafite, e as percepções dele como algo que suja ou embelece a cidade é um lugar de batalha política e cultural pelo sentido e pelo valor simbólico. Focado no caso do grafite o percurso proposto por este módulo do curso propõe um mapeamento e uma aproximação a essas relações ente arte e politica, entre arte e luta pelo sentido através de uma série de autores e de práticas artísticas que colocam em evidencia estas relações.

Módulo 3 – As origens da Democracia: Igualdade e Liberdade

Prof. HELTON ADVERSE, UFMG –outubro 4, 11, 18 e 25

No ano de 431 a. C., Péricles, o grande líder político da democracia ateniense, pronuncia uma oração fúnebre, a qual foi "reproduzida" por Tucídides em sua história da Guerra do Peloponeso. Partindo desse texto, o curso pretende examinar dois problemas: primeiramente, os conceitos fundamentais da democracia; em segundo lugar, a relação entre democracia e filosofia, levando em conta que a democracia é uma forma de regime político que não pode deixar de colocar a si mesmo em questão.

Módulo 4 – Democracia e liberdade de expressão

PROF. OLIMAR FLORES jr., UFMG – novembro 01, 08, 22, 29

O termo ‘democracia’ tem sua origem plantada no solo da Grécia Antiga. Cabe perguntar, no entanto, se – e em que medida –, para além de sua conotação marcadamente política, aquilo que os gregos entendiam por ele corresponderia à experiência democrática contemporânea. Nesse contexto, outras questões emergem, tais como: até que ponto a liberdade de expressão, enquanto valor e direito individual indissociável das práticas democráticas atuais, é tributária de noções correlatas da Antiguidade? De uma perspectiva histórica, como se constitui o direito à voz nos regimes democráticos originais? O curso pretende fornecer alguns elementos de reflexão em torno dessas questões a partir da leitura e análise de uma seleção de passagens de autores antigos, incluindo, entre outros, Hesíodo, Homero, Eurípides, Platão, Aristóteles e Plutarco.